Arraial dos 180 Anos da José Maria da Fonseca

Se a José Maria da Fonseca deve muito a Azeitão, também muito do que Azeitão é atualmente só foi possível devido à presença da José Maria da Fonseca. Foi o fundador, que deu o seu nome à empresa, que trouxe o Castelão do Ribatejo e o plantou na Cova da Periquita. Com o tempo espalhou-se pelas vinhas vizinhas e por toda a região tornando-se Periquita e Castelão palavras sinónimas e ficando também Periquita como a principal marca da casa. O Moscatel já andava por ali séculos antes da fundação da José Maria da Fonseca mas nenhuma outra empresa teve a longevidade e um papel tão importante na consolidação do processo produtivo do Moscatel de Setúbal. O espólio de moscateis guardado na Adega dos Teares Velhos é algo de verdadeiramente único, estando por lá vinhos desde o final do século XIX.

Arraial dos 180 Anos José Maria da Fonseca  - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: La Crêperie da Ribeira celebra o Verão com novidades na carta do restaurante

Nota de imprensa

Para celebrar o Verão, a La Crêperie da Ribeira, a única crêperie com crepes genuinamente franceses em Lisboa, aposta em produtos nacionais e sazonais e lança novas receitas na carta do restaurante. Croque façon Benedict, Galette Figues ou Clafoutis de Cereja do Fundão são algumas das novidades que já estão disponíveis no menu.

Divulgação: La Crêperie da Ribeira celebra o Verão com novidades na carta do restaurante - reservarecomendada.blogspot.pt

Novidades de Julho de 2014

As novidades de Junho de 2014 são as seguintes:

Novidades de Julho de 2014 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Experimente o outro lado do Moscatel

Nota de imprensa


Experimente o outro lado do Moscatel

No ano em que comemora 180 anos, a José Maria da Fonseca, o mais antigo produtor de Moscatel de Setúbal, propõe seis alternativas de cocktails associados à sua emblemática marca, Alambre, sob o lema Experimente o outro lado do Moscatel. Canela, Ginger, Lima-Limão, On the rocks, Tónico e Azeitão são as seis propostas de cocktails que poderá encontrar nas garrafas de Alambre Moscatel de Setúbal a partir dos meses de Verão.

Divulgação: Experimente o outro lado do Moscatel - reservarecomendada.blogspot.pt

O Piquenique da Laranjinha

Conheci a Laranjinha há uns meses atrás. Conforme vamos participando em eventos vamo-nos cruzando com outros bloggers da área ou de áreas contiguas e foi na visita à Fábrica da Sagres que a conheci. Depois fomo-nos cruzando por aí e é sempre um prazer estar com ela com a sua enorme boa disposição. Desde essa altura que vou acompanhando o blogue dela apesar de os blogues de receitas não serem o tipo de blogues que mais acompanho. Mas o blogue da Laranjinha tenta contar mais do que somente uma receita e deverá ser neste momento uma das referencias mais importantes dessa área.

O Piquenique da Laranjinha  - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Lima Smith investe para além do Douro

Nota de imprensa


Lima Smith investe para além do Douro

A Lima Smith Lda, que produz vinhos em três quintas emblemáticas situadas nas margens do rio Douro, no Norte de Portugal - Covela, Boavista e Tecedeiras -, expandiu o negócio para a Borgonha. Os proprietários da empresa, o brasileiro Marcelo Lima e o britânico Tony Smith, adquiriram uma posição na Maison Champy, o mais antigo négociant da Borgonha. Fundada em 1720, a Champy possui hoje um portfólio invejável de vinhos, incluindo Grands Crus e Premiers Cru, de Mersault a Montrachet. A maioria das vinhas Champy estão localizados na Côte de Beaune.

Divulgação: Lima Smith investe para além do Douro - reservarecomendada.blogspot.pt

Colares em Seteais

Colares é uma daquelas regiões de vinhos ímpares. Delimitada a sul pela Serra de Sintra e a ocidente pelo Oceano Atlântico abrange 3 freguesias do concelho de Sintra: Colares, São João das Lampas e São Martinho. Há dois tipos de vinhas nesta região conforme a sua implantação: as chamadas de chão de areia e as chamadas de chão rijo. Nas de chão de areia a vinha é implantada em solo arenoso e conduzida junto ao solo de acordo com a tradição da região. Nas de chão rijo os solo são argilo-calcários e a condução da vinha é feita segundo as técnicas mais habituais. Mas aqui do que se vai falar é do vinho produzido em chão de areia dado que para ser DOC Colares pelo menos 90% das uvas tem de ser provenientes de chão de areia e somente o restante pode ser de chão rijo.

Colares em Seteais  - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Lisbon Family Vineyards reúne três produtores na promoção dos seus vinhos

Nota de imprensa

Lisbon Family Vineyards é o nome do grupo que reúne três produtores da região vitivinícola de Lisboa – Quinta de Chocapalha, Quinta de Sant´Ana e Quinta do Monte d’Oiro. A união destes produtores pretende canalizar as sinergias conjuntas em prol da promoção e valorização dos seus vinhos, todos eles oriundos da região de Lisboa.

Divulgação: Lisbon Family Vineyards reúne três produtores na promoção dos seus vinhos - reservarecomendada.blogspot.pt

Eventos de Agosto de 2014

Os eventos agendados para Agosto de 2014 são os seguintes:

Eventos de Agosto de 2014 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Wine Spectator distingue Fortaleza do Guincho

Nota de imprensa

O Restaurante Fortaleza do Guincho recebeu mais um importante galardão internacional, ao conquistar pela 8ª vez consecutiva o prémio Best Award of Excellence, da prestigiada revista de vinhos Wine Spectator.

A carta de vinhos do restaurante, a cargo do sommelier residente Inácio Loureiro, tem sido distinguida por diversas vezes ao longo dos últimos anos, assim como Inácio Loureiro, um dos sommeliers mais reconhecidos e respeitados de Portugal.

Divulgação: Wine Spectator distingue Fortaleza do Guincho - reservarecomendada.blogspot.pt

Ainda este ano a Fortaleza do Guincho arrecadou o prestigiado Garfo de Platina, que distingue o melhor entre os 26 melhores restaurantes do país, e Vincent Farges, foi distinguido como o Chef do Ano, ambos os prémios do Guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso.

A Fortaleza do Guincho, uma referência incontornável no panorama da alta cozinha em Portugal, vê assim novamente reconhecida a qualidade do seu restaurante, resultado do trabalho continuado de uma equipa extraordinária, liderada agora a solo pelo chef Vincent Farges.

O Hotel Restaurante Fortaleza do Guincho inaugurou em 1998 e ganhou a sua primeira estrela Michelin em 2001. Desde sempre tem apostado na inovação e na manutenção dos elevados níveis de qualidade e excelência.

Prémios
2014 – Garfo de Platina e Chef do Ano, pelo Guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso
2014 - Prémio “Travellers’ Choice” na categoria “Best Small Hotels”, do TripAdvisor
2014 – Prémio “Melhor Serviço de Mesa”, Academia Internacional de Gastronomia
2013 - “Garfo de Ouro” pelo Guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso
2012 - “Melhor Garrafeira de 2011” e “Garfo de Ouro” pelo Guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso
2012 – Prix du Sommelier 2011, atribuído pela Academia Internacional de Gastronomia a Inácio Loureiro
2012 – “Garfo de Ouro” pelo Guia Boa Cama Boa Mesa, do jornal Expresso
2011 - “Melhor Sommelier do Ano 2010” pela Revista dos Vinhos para Inácio Loureiro
2011 - “Melhor Sommelier do Ano 2010” pela Wine, Essência do Vinho para Inácio Loureiro
2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012 , 2013 e 2014 – Best Award of Excellence, da Wine Spectator;
2006 – Award of Excellence, da Wine Spectator;
2001 – Primeira Estrela do Guia Michelin.

Este é um artigo de divulgação cujo conteúdo é da inteira responsabilidade do produtor ou promotor do produto ou serviço divulgado. O blogue Reserva Recomendada divulga esta nota de imprensa na convicção de que poderá ser útil aos seus leitores embora o seu conteúdo possa não corresponder à opinião e linha editorial do autor deste blogue.

234 Receitas Para Robôs de Cozinha - www.wook.pt

João Portugal Ramos Loureiro 2013

Dizem que foi hoje que chegou o Verão a sério, para felicidade de uns e infortúnio de outros. Depois de semanas com o pessoal a queixar-se dos aguaceiros e que isto não era Verão nem era nada agora estão começar a queixas de que é calor a mais e que não se aguenta. Enfim... Eu sou um bocado fatalista nestas coisas do tempo, está calor porquê é altura de tempo quente, é assim... Fatal como o destino... Eu até gosto de tempo quente e não me irão ouvir a queixar-me do calor mas se caírem uns aguaceiros também aceitarei as vontades do São Pedro sem resmungar inutilmente.

João Portugal Ramos Loureiro 2013 - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Real Companhia Velha volta a apostar na produção de espumante

Nota de imprensa

Depois de uma longa paragem – desde 2000 –, a Real Companhia Velha volta à produção de espumante. Esta nova aposta restringe-se à produção de espumante topo de gama, com o lançamento de um vinho feito a partir das castas Pinot Noir e Chardonnay, provenientes das excelentes vinhas da Quinta de Cidrô. A primeira edição tem vindo a ser provada por críticos e enófilos, a nível nacional e internacional, e o feedback tem sido bastante positivo. O crítico João Paulo Martins elegeu-o como um dos melhores espumantes no seu guia Vinhos de Portugal 2014.

Divulgação: Real Companhia Velha volta a apostar na produção de espumante - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: E se o Clã fosse um Moscatel?

Nota de imprensa

Luísa: E se o Clã fosse um Moscatel?

Jorge: Um Moscatel?

Luísa: Sim, do Douro, afinal o Douro tem tão bom Moscatel Galego Branco. E até seria um tributo a esta casta mediterrânica e que se julga ser a casta plantada pelo homem há mais anos no mundo.

Jorge: Nos Estados Unidos está muito na moda e um pouco por todo o mundo existe uma grande procura dos "Muscats".

Luísa: É uma casta que todas as pessoas gostam, com aquele aroma fresco e suculento da uva. Podíamos fazer um diferente, mais sofisticado, mais extravagante e muito mais intenso na boca.

Jorge: Não é mal pensado.

Luísa: Servido fresco, 10-11ºC, deve ser uma maravilha!

Jorge: Uhmm. Delicioso mesmo.

Conversa entre Luísa Amorim (administradora) e Jorge Alves (enólogo)

Divulgação: E se o Clã fosse um Moscatel? - reservarecomendada.blogspot.pt

Mas vão fazer um vinho com o meu nome?

O Sr. Nabeiro conheceu o Álvaro quando lhe pediu para desenhar uma chávena que estivesse à altura do seu café. Essa chávena selou uma amizade entre dois homens com percursos tão diferentes que seria difícil imaginar que estes percursos se cruzariam e se entrelaçariam de maneira tão genuína. Anos passados enquanto almoçava com o Álvaro, o Sr. Nabeiro pediu-lhe que fizesse um pequeno trabalho, o que levou o Álvaro a perguntar:

Mas, mais pequeno do que a chávena?

Mas vão fazer um vinho com o meu nome? - reservarecomendada.blogspot.pt

Divulgação: Summer WineMarket está de volta a Lisboa!

Nota de imprensa

O Summer WineMarket, um dos melhores eventos de vinho nacionais promovido pelo Adegga.com, regressa a Lisboa no dia 5 de Julho. Esta edição do Summer WineMarket vai trazer novidades e, pela primeira vez, a gastronomia estará em destaque na sala especial Adegga + Food, onde poderá ser degustado um menu preparado pelo Chef André Magalhães (do Restaurante Taberna das Flores), harmonizado com uma selecção especial de vinhos. A loja de vinhos com entregas ao domicílio, através da qual os visitantes poderão receber comodamente em sua casa os vinhos que compraram no evento é outras das novidades da edição deste ano. O evento irá acolher os participantes do Vinocamp, uma das mais prestigiadas conferências internacionais sobre comunicação, social media e novas ideias relacionadas com a indústria vitivinícola, trazendo ao evento bloggers, jornalistas e especialistas na área.

Divulgação: Summer WineMarket está de volta a Lisboa! - reservarecomendada.blogspot.pt